segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Professora agride e raspa cabelo da filha de 15 anos achada embriagada


Adolescente tem o cabelo cortado por determinação da mãe (Foto: Reprodução)
Mulher vai responder por maus-tratos; jovem se mudou para casa do pai. Ela alegou que garota estava com dois rapazes; 'Não fiz de maldade', disse.
Adolescente tem o cabelo cortado por determinação
da mãe (Foto: Reprodução)

Uma professora da rede pública do Distrito Federal foi detida por suspeita de espancar e raspar o cabelo da filha de 15 anos após encontrar a adolescente embriagada na casa de amigos em Formosa (GO). A mulher, que dá aulas em uma escola de Planaltina, vai responder por maus-tratos, informou a Polícia Civil. Ao delegado que registrou a ocorrência, a mulher admitiu ter agredido a menina e disse que “queria corrigir a própria filha”.
A mãe da adolescente, que não quis se identificar, disse que agiu sem pensar. “Encontrei ela bêbada com dois rapazes. Uma menina de 15 anos! Na hora, isso é um choque para uma mãe. Nada do que eu fiz foi pensado, não fiz de maldade. Estou em tratamento psicológico”, disse.
De acordo com a ocorrência registrada na delegacia, a menina saiu de casa na companhia de dois amigos na noite do dia 7 dizendo à mãe que iria comer pizza. Na manhã seguinte, a mãe foi à casa de um dos jovens buscar a adolescente, que deveria ter ido para a escola, e a encontrou bêbada.
Segundo um amigo da família que não quis se identificar, a menina não conseguia sequer se levantar. “Ela estava muito bêbada de vodca, não conseguia nem andar direito. A mãe pegou ela imediatamente e levou para um cabeleireiro de homem e raspou a cabeça dela. Ela tinha o cabelo loiro, comprido, nas costas”, diz. “Depois ela levou [a filha] para dentro de casa, deu chute, soco, a cara dela ficou muito machucada.”
Segundo o parente, a mãe tirou uma foto da filha já com o cabelo raspado e enviou para o grupo da família no WhastApp. Depois, obrigou a menina a ir para a escola com hematomas no rosto, com a cabeça raspada e ainda embriagada. “Ela chegou na escola dizendo que a filha estava daquele jeito porque havia bebido e não ia ser vagabunda. Ela ficava gritando ‘não vai ser vagabunda”, conta.
Diante da situação, professores e diretores da escola acionaram o Conselho Tutelar da região. Segundo a conselheira Maria Sarafim Rocha, que atendeu o caso, a primeira providência depois de ouvir os professores foi procurar a mãe. “Quando chegamos à escola, o fato em si já tinha acontecido, só estavam os professores em reunião. Como era eu que estava no conselho no dia, pedi tempo, porque o conselho tem que ver os fatos. Não pode ir assim, de boato”, disse.
“A criança estava com um hematoma, então o procedimento é levar na delegacia para o delegado dar encaminhamento para ir para o IML, para fazer o exame de corpo de delito. Depois fomos até a residência da adolescente, pegamos as roupas dela e coloquei no carro junto com o pai, e foram embora para Brasília”, disse.
Segundo a Polícia Civil, o exame de corpo de delito apontou que a menina não sofreu nenhum tipo de abuso na companhia dos dois amigos.
“O Conselho Tutelar protege a criança. Ela estava com um hematoma, ela estava machucada. Se estava machucada, o conselho tem que ir, porque o nosso papel é defender o direito da criança”, disse.
Segundo o familiar, a mãe sempre foi conhecida por seu temperamento difícil. “Ela sempre foi bem estourada, até os alunos dela sempre dizem isso”, diz. “Ela [adolescente] está em estado de choque pelo constrangimento que passou. Ela está bem brava, bem chateada. Ela sempre respeitou muito a mãe, e está muito abalada, só chora.”

sábado, 20 de setembro de 2014

Ambulância do Samu atropela e mata homem na BR-101, no RN


Ambulância estava com sirene ligada para atendimento em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Um homem morreu ao ser atropelado por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) na tarde desta quinta-feira (18) na BR-101, em Parnamirim, na Grande Natal. A vítima, identificada como Nailson Robson Guedes de Moura, de 27 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O acidente aconteceu no sentido Parnamirim-Natal.

A Polícia Rodoviária Federal informou que a ambulância estava com a sirene ligada e realizando um atendimento quando atropelou a vítima, que tentava atravessar a pé a BR-101. A equipe médica do Samu ainda tentou socorrer o homem, mas ele já estava morto.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou nota no início da noite lamentando a morte de Nailson. A Sesap explica que a ambulância estava em deslocamento para o Hospital do Coração, em Natal.

"A coordenação do Samu 192/RN manifesta extremo pesar pelo ocorrido e está disponível para
outros esclarecimentos", encerra a nota da Secretaria de Saúde.

fonte;g1rn 

BR 230 – Atropelamento deixa vítima fatal na madrugada saída de Sousa à Marizópolis; Veja imagens


 

 

                                        



A Guarnição do PPTRANS foi chamada por volta das 2h da madrugada deste sábado (20), BR 230, saída de Sousa para Marizópolis, pois na entrada no Mutirão tinha um homem morto vítima de atropelamento.


O SAMU já se encontrava no local, e atestou o óbito de Francisco de Assis Gonçalves de Lima, 46 anos, deficiente físico, natural de Arara/PB, mas que residia à Rua São João, Jardim Sorrilândia na Cidade de Sousa.

De acordo com informações de testemunhas, a vítima acabara de sair da casa de Trinks, “O Panelaço” que fica as margens da BR 230, ao lado do Conjunto Mutirão, e seguia destino a sua residência.

Um Veículo, Fox, prata, placa não anotada, seguia sentido a Marizópolis, quando na pista de rolamento, chegou a atropelar a vítima que teve praticamente, morte instantânea. A pancada muito forte que atingiu a cabeça de Francisco de Assis Gonçalves de Lima.




O Carro atropelamento não prestou socorro, e seguiu destino incerto até o presente pelas autoridades competentes.


O PPTRANS isolou área até a chegada do Delegado plantonista, Dr. Claudio Bezerra que comunicou o feito ao Rabecão para remover o cadáver ao IML de Patos.

Vítima fatal do sinistro

A Polícia Rodoviária Federal esteve no local do sinistro para tomar as devidas providências ao caso.


No local do acidente existiam dois quebra-molas, mas com a recuperação da BR 230, e colocação de redutores eletrônicos em frente ao contorno, não foram mais construídos. O setor representa uma movimentação intensa de populares, o que corre sérios riscos de acontecerem outros acidentes com vítimas fatais, a exemplo do que ocorriam no passado bem próximo.



O Delegado Dr. Claudio Bezerra deverá requisitar ao órgão competente a imagem da fiscalização eletrônica no momento do acidente para poder identificar a placa do veículo atropelador, um Fox, cor prata que deixou o local do sinistro rapidamente após o caso.






Redação
@folhadosertao

Professores são filmados fazendo sexo em escola


  • Dois professores foram afastados após serem filmados por um aluno fazendo sexo dentro de uma sala de aula na escola Padre Antônio Jorge de Lima, em Bauru (SP). O fato aconteceu no dia 2 de setembro, mas só veio à tona esta semana, depois que a Polícia Civil recebeu a denúncia de um abuso sexual coletivo contra uma menina de 11 anos na mesma escola.
  • O vídeo dos professores fazendo sexo sobre as carteiras de uma sala de aula foi gravado por um aluno de 16 anos, que deixou a câmera do celular ligada dentro mochila durante o intervalo. De acordo com o pai do garoto, que pediu para não ser identificado, dias antes o menino tentou entrar na sala durante o recreio, mas foi impedido pelo professor.
  • "Ele e os colegas acharam estranho o comportamento do professor e a permanência dele na sala de aula durante o intervalo. Você sabe como são os adolescentes, colocaram a câmera e deixaram filmando. As cenas gravadas são dignas de um filme pornô", afirma o pai do aluno.
  • O professor dá aulas de filosofia e sociologia e a professora ensina português. No intervalo, os dois se trancaram na sala de aula onde o vídeo foi gravado. "As cenas são fortes. Quando a professora entra na sala, eles utilizam duas carteiras contra a porta para impedir a entrada de terceiros na sala. Em seguida, começa a sessão de sexo explícito que dura mais de 20 minutos", diz o pai.
  • Após tomar conhecimento do fato, o pai procurou a direção da escola para denunciar os professores. O caso foi encaminhado para a Diretoria Regional de Ensino, que decidiu suspender os dois educadores.
  • Uma professora que não quis se identificar disse temer que a escola venha a sofrer uma enxurrada de pedidos de transferência. "O problema é que agora os pais e, até mesmo o alunos que não sabem quem são os professores, nos olham com desconfiança", afirma.
  • O pai de uma aluna que também procurou a Diretoria de Ensino informou que pretende transferir a filha para outra escola. "Minha filha não vai mais estudar lá, nem que eu tenha que entrar na Justiça para conseguir vaga em outra escola da cidade", afirmou.
  • Em nota, a Diretoria Regional de Ensino de Bauru informou considerar inadmissível o ato que envolveu dois professores da Escola Estadual Padre Antônio Jorge Lima, e já decidiu pelo afastamento dos docentes. Um processo administrativo foi aberto e pode resultar na demissão dos envolvidos.
  • Além deste caso, a Diretoria Regional também acompanha a denúncia da menina de 11 anos que teria sofrido abuso sexual por seis colegas, de 11 a 13 anos, durante o horário de aula. "A partir da próxima semana, a gestão da unidade será reformulada, uma vez que a diretora não estará mais no cargo. Nesta semana, a escola passou a contar com mais funcionários para monitorar os alunos", diz a nota.
  • Postado por 

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

veja o vídeo -Garoto de três anos ‘quebra’ protocolo do exército e abraça mãe que passou nove meses no Afeganistão

Dica: Coloque nos 33s  e vá direito ao bom momento do vídeo ;) ]

Quando a saudade aperta e o amor fala mais alto, não existe protocolo.
Planejamentos vão para o espaço, assim como qualquer tipo de programação.  Quem liga para isso, quando se está a poucos metros daquela pessoa que te fez tanta falta.
Foi o que aconteceu, em Minnesota, durante a recepção de soldados vindos do AfeganistãoNove meses os separaram de suas famílias, um período que parece pequeno, mas não é bem assim. Na guerra, qualquer dia vira uma eternidade.
A eternidade multiplicada por muitos meses, então, estava prestes a acabar num longo e demorado abraço. Mas antes era preciso respeitar a tradição. Que nada! O pequeno Cooper Wladvogel, de apenas três anos, não quis saber de formalidades. O garoto foi correndo para os braços da mãe Kathryn, pulou sobre ela e abriu um grande sorriso. O lindo momento foi flagrado por um fotógrafo.
filho-mae-exercito
Foto: Reprodução / Youtube
Mal sabiam as pessoas que a reação carregava um grande motivo. Estes eram os primeiros segundos em que Cooper tinha a presença dos pais, lado a lado, nos últimos um ano e meio. Antes de Kathryn, foi a vez do pai Adam ficar no Afeganistão por outros nove meses e deixar a saudades bater mais forte.

Operação da Polícia Civil descobre esconderijo com 1.580kg de maconha; apreensão é a maior da história da PB


 

                                     


A Polícia Civil, através da Delegacia de Entorpecentes, realizou uma apreensão de 1.580kg de maconha no município de Cuité de Mamanguape, na micriregião do Litoral Norte, por volta das 23h da noite desta quinta-feira (18). Duas pessoas foram presas.

O delegado Allan Murilo Terruel comandou a operação que resultou na grande apreensão. Segundo ele, a Polícia montou um sistema de vigilância e passou o dia seguindo um dos suspeitos. "Ele acabou nos levando ao local onde estava armazenada a droga. Lá foi montado outro sistema de vigilância. Quando os nossos agentes viram que eles estavam carregando uma caminhonete com os tabletes de maconha, resolveram agir", contou.

O delegado destacou que uma apreensão desta proporção tem um grande impacto no tráfico. "Quando uma grande quantidade é tirada do mercado, sobe o preço da droga nas bocas de fumo, e isso enfraquece o tráfico", explicou.

A droga era tanta, que a Polícia teve que contratar um caminhão para transportar a maconha, que estava armazenada em grandes tonéis. 


Pedro Callado / David Martins

Polícia Militar descobre desmanche no bairro do Planalto



Policiais militares lotado no 9º Batalhão descobriram, nesta quinta feira (18), um desmanche de veículos em um local onde deveria ser uma granja. A operação aconteceu no bairro Planalto, na zona Oeste de Natal, e foi desencadeada após os PMs tomarem conhecimento da ação de pessoas suspeitas na casa.

O soldado Henrique Silva relatou a reportagem  que muitas denúncias chegaram até eles e que devido a essas informações a equipe resolveu agir. "Tínhamos informes importantes sobre o que na verdade acontecia naquela granja e nesta manhã constatamos o que já imaginávamos", disse.

O policial ainda informou que o imóvel era usado como esconderijo de criminosos. Um deles teria usado o local para depois de ser baleado durante um assalto onde a vítima foi um policial.

Várias peças de veículos de marcas diferentes foram encontradas no desmanche. Um veículo tipo Pálio, que estava totalmente desmontado tinha queixa de roubo, foi tomado de assalto no dia (9) de setembro.

fonte: portal bo